Gostou de algo no Blog?

Dê os créditos, todos os textos possuem o autor do mesmo no fim da postagem, os que não possuem são de minha autoria.
Não deixe de citar o autor. Diga não ao plágio.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Carta de alforria.


E a partir de hoje declaro que sou livre, me permitirei amar e ser amado, me jogarei no precipício do amor como quem tem asas para voar, quem sabe elas abrem e eu não conheça a queda. O amor é uma questão de risco e hoje me tenho como pronto para arriscar. Juro que prudentemente agirei para que minha liberdade não seja espada que te feri, mas que ela venha lhe acrescentar risos e sorrisos. E quem tiver o poder de me fazer pulsar, que me prenda novamente, por que já dizia o poeta: Amar é estar-se preso por vontade.

Ass: Coração.




Ps: Post dedicado à minha amiga (sim, por que não?) Thaíla do blog No meu silêncio... que me disse para eu me permitir, encarar, descobrir e aprimorar. Meu coração ouviu.





A Paz de Jah!
;*

4 comentários:

Thaíla disse...

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahh, sabe q eu pirei, né?!
Que liiiiiiiiindo, Brasil.

O vento vai dizer lento o q virá... e se vier, que seja doce, que nem esses teus olhos que eu sei q são cheios de uma cor que ninguém tem. =)

O que tem de ser, terá muuita força.
Um beijo graaaaaaaande de quem já é tua amiga.

Luiza Mouta disse...

Uau! ;D

Luna Sanchez disse...

Só erra quem tenta e ter do que se arrepender é um jeito eficaz de aprender lições, de amadurecer.

;)

Beijo, beijo.

ℓυηα

Luna Sanchez disse...

Naty,

Que bom que gostou do post!

Claro que pode pegar, será um prazer pra mim! Como cortei as imagens para que apareçam em tamanho maior, se tu as copiar diretamente lá do blog e colar aqui, elas ficarão divididas em duas partes, cada folha. Sendo assim, vou te deixar meu e-mail e se tu quiser me enviar o teu, te mando as imagens originais (inteiras), combinado?

luna_guriagaucha@hotmail.com

Beijos.

ℓυηα