Gostou de algo no Blog?

Dê os créditos, todos os textos possuem o autor do mesmo no fim da postagem, os que não possuem são de minha autoria.
Não deixe de citar o autor. Diga não ao plágio.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Temporiariamente fora daqui.


E já estou eu de novo querendo andar só, querendo contar meus passos e me deitar no meu próprio colo.

Acho extremamente necessário se deixar de lado e se fazer companhia às vezes.

Gosto quando esse meu tempo chega, amo me conhecer e me redescobrir, amo achar coisas velhas e coisas novas em um só lugar. Gosto de me reciclar.

O problema é que muita gente não entende esse meu lado egoista que às vezes me quer só pra mim, mas digo que é passageiro e logo volta minha fome de gente.

É por que às vezes só quero fugir daquilo que rotineiramente me cerca e que sou eu mesma, como já dizia o poeta!


Então, até breve!






A Paz de Jah!

;*

6 comentários:

Thaíla disse...

Essas ausências sempre encontram areia suficiente pra tapar os buracos do peito. E a gente sempre volta agasalhada, reinventada e inteira demais depois de sentir que não precisa mais ficar jogando pedrinhas pra escutar o eco e perceber que o buraco tava imenso. Se cuide com cuidado meu bem.. á sua maneira.

Muitos, muitos e muitos beijos mais.

Naty Pitkowski disse...

Já disse que amo teus recados? dá pra fazer posts deles xD

beijos gigantes e enormes e quero nosso dragão! ;*

Yvila Nayane disse...

concordo plenamente viu.. tem horas que precisamos buscar outros ares, pra purificar nossa alma :x

(aderindo a isso tb) :*

Frido disse...

É bom uma autoreclusão! Até para se distanciar de si mesmo e do que os outros querem que você transpareça! É ir encontrar o nada, a solidão de vez em quando, e no eco do vazio escutar uma voz que você ha muito nao reconhecia...

Luna Sanchez disse...

Desfruta da tua companhia sim, flor, e volta renovada, tá? A gente te espera. ;)

Beijos.

Sem mais delongas. disse...

Não há nada que nos faça pensar melhor do que que um momento no qual sua solidão é sua maior companhia.
As vezes é preciso se recolher para conversar consigo mesmo. Arrumar o seu interior, arrumar a bagunça, tirar a poeira, colocar no lugar.