Gostou de algo no Blog?

Dê os créditos, todos os textos possuem o autor do mesmo no fim da postagem, os que não possuem são de minha autoria.
Não deixe de citar o autor. Diga não ao plágio.

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Mas...

Te contaria minhas histórias, meus segredos e até meus sonhos. Te faria rir e falar besteiras por horas enquanto estivéssemos deitados em alguma praia brincando daquela coisa clichê de descobrir desenho em nuvens.
Te faria carinho nas tardes preguiçosas de domingo enquanto estivéssemos deitados na cama sem nada a dizer e achando tudo muito bom. Sei transformar silêncio e olhares em felicidade, acredite.
Poderia te fazer massagem depois de um dia cansativo de trabalho e te trazer comida na sala pra assistir aquele filme que você gosta enquanto acaricio seus cabelos.
Te dedicaria músicas quando fosse tocar e olharia nos seus olhos lá do palco para todos saberem que é você a minha garota.
Provavelmente te irritaria em dias de TPM, mas depois te levaria algum doce pra me redimir. Te deixaria brava também por que sempre me atraso e você é sempre pontual, mas poderia tentar me melhorar se fosse o caso.
Com certeza implicaria quando você começasse com aquelas conversas filosófica e tudo mais, mas séria só pra te provocar, nada demais.
Te levaria aos churrascos chatos de família e te apresentaria pra tia Judite que sempre pergunta quando vou levar uma namorada pra conhecer a família, sempre com aquele olhar de “esse menino não toma jeito”. Eu poderia tomar jeito por você.
Poderia te pedir em namoro cantando e tocando pra você em alguma praia onde só estivemos nos dois e o mar, por que sei que você gosta do mar.
E talvez, depois de alguns anos, brigas e reconciliações, aniversários, formaturas, promoções, brigas e reconciliações, e toda uma história de nós dois, te pediria em casamento cantando a mesma canção de anos atrás de quando teria te pedido em namoro.
Quando te olho eu penso que poderíamos ter sido tanta coisa, garota. Mas as suas mentiras me pesam. Desculpe, mas só carrego comigo o que é leve e enquanto eu ainda posso, eu prefiro dizer adeus.




A Paz de Jah.
;*

3 comentários:

Florence Wozniak disse...

Mentiras acabam com qualquer relacionamento :(
Bjobjo,
Flor.
http://viladafleur.blogspot.com.br/

Wagner disse...

A maior perda que temos é imensurável ... "O tempo"
nunca espera, nunca se repete, cada chance é unica, por isso devemos pelo menos nos dar ao luxo de experimentar, nem que seja a palavra que o outro tenha a proferir.

Wagner disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.